Em Busca Da Felicidade

Em Busca Da Felicidade - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Em 1776, Thomas Jefferson escreveu na famosa Declaração da Independência dos EUA que um dos direitos de todo o ser humano é buscar a felicidade. Cauteloso com as palavras, o ex-presidente sabiamente defendeu o direito à busca, mas não à felicidade em si. Isso porque ele sabia muito bem que na sua presente condição, nenhum ser humano pode ser totalmente feliz. Basta viver alguns anos nesta terra para confirmar essa verdade (Ec 1:14).

Leia mais »

Vivendo Em Terras Invadidas (Parte 2)

Vivendo Em Terras Invadidas (Parte 2) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Conforme explicado na primeira parte deste texto, o maior dos problemas do cristão é ter que conviver diariamente com o enorme exército espiritual que se opõe a Deus (Ap 12:9). A liderança desse exército tem ao seu dispor uma imensidão de anjos caídos, grande número de seres humanos alistados, e um arsenal de ferramentas, especialmente nos meios de comunicação, para usar nos seus ataques diários.

Leia mais »

Vivendo Em Terras Invadidas (Parte 1)

Vivendo Em Terras Invadidas (Parte 1) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Recentemente escrevi um artigo sobre o coração. Nele, expliquei que muito embora não temos como controlar de uma forma direta o nosso coração, podemos direcioná-lo através da mente. Como ilustração, usei o barco, o vento e a vela. Quando queremos navegar para um determinado porto, precisamos do vento, que é o nosso coração. Mas a direção do vento raramente nos favorece; muito pelo contrário, o mais comum é esse vento soprar num sentido bem oposto ao nosso destino (Jer 17:9). A vela, nesse caso a mente, é a maneira pela qual forçamos o vento a nos impulsionar até onde queremos chegar (Rom 12:2).

Leia mais »

Homem de Dores (Parte 1)

Homem de Dores (Parte 1) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Desde pequeno ele sabia o que lhe esperava. Ainda novo, crescia no conhecimento das escrituras e via claramente que todas as profecias falavam dele (Lc 2:46-51). Cada verso que lia sobre si mesmo apontava para uma vida repleta de falsas acusações, rejeições e traições. Aqueles que deveriam estar felizes com a sua vinda seriam os seus maiores inimigos (Jo 1:11). Ninguém via isso, ninguém entendia. Estava só no princípio e seguiu só até o fim (Mt 26:40). Jesus cresceu, e exatamente como esperava, foi rejeitado dos homens; foi um homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, foi desprezado, e não fizemos dele caso algum (Is 53:3).

Leia mais »