A Graça, a Obediência e a Salvação (Parte 3) – Paulo e a Graça. Os apóstolos e a Graça.

A Graça, a Obediência e a Salvação (Parte 3) - Paulo e a Graça. Os apóstolos e a Graça. A salvação é pela graça. Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Conforme expliquei na semana passada, embora Jesus não tenha usado o termo “graça” quando nos ensinou o caminho da salvação, a realidade é que o evangelho de Cristo é o evangelho da graça nos enviado do Pai. Graça, como falamos na primeira parte da série, se trata da maravilhosa dádiva da salvação que nos foi concedida simplesmente porque o Pai se agradou de nós, tal qual Jesus nos disse: “Não temas, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o Reino” (Lc 12:32). A salvação pela graça difere em muito da salvação pela lei cerimonial porque enquanto a graça possui como foco o amor e a bondade de Deus (Jo 3:16), a lei se concentrava na observância dos rituais simbólicos que apontavam para o Messias. Lei esta que se tornou obsoleta (Mt 5:17) com o nascimento, vida e morte de Jesus, o Cristo (Grego: Χριστός – Cristos significa Messias). Por cerca de quatro mil anos, no entanto, Deus honrou todo o adorador sincero que se apoiava na lei para obter a salvação (Lc 1:6; Lc 2:22; Lc 2:39). Lembremos que não apenas a graça, mas também a lei, nos foi dada por Deus.

Leia mais »

A Graça, a Obediência e a Salvação (Parte 2) – Jesus e a Graça. Como Alcançamos a Graça.

(Parte 2) A Graça, a Obediência e a Salvação - Jesus e a Graça. Como Alcançamos a Graça. a Salvação é Pela Graça

Por Markus DaSilva, Th.D.

Começamos esta segunda parte com uma informação que pode ser novidade para alguns: Jesus nunca usou a palavra “graça”. Isso não quer dizer que a salvação não seja pela graça, mas quer dizer sim que Deus esperou até a ascensão do seu filho e o envio do Espírito Santo para que essa verdade fosse revelada aos seus discípulos de uma forma mais clara. Até a vinda de Cristo, a visão que o povo judeu tinha do plano de salvação era bem limitada e confusa, ao ponto de um grande número entre eles nem mesmo aceitasse a ideia de que haverá uma ressurreição dos mortos, limitando os benefícios de servir a Deus somente para a vida presente. Foi por isso que esperavam que a principal função do Messias fosse a restauração de Israel no cenário geopolítico. Esperavam que quando chegasse, ele faria para eles o que o Rei Davi fez para o Israel do passado (Jo 6:15).

Leia mais »

A Graça, a Obediência e a Salvação (Parte 1) – Graça: Uma Breve Introdução No Uso Da Palavra

A Graça, a Obediência e a Salvação (Parte 1) - Graça: Uma Breve Introdução No Uso Da Palavra - Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Já faz um tempo que tenho desejado escrever uma série sobre a graça e creio que este é o momento. A graça tem sido um dos pontos do cristianismo mais usado e abusado nestes últimos dias. Parte desse abuso tem a ver com a falta de conhecimento do povo sobre o assunto (Os 4:6a). Conhecimento este que deveria vir dos púlpitos e das escolas bíblicas, mas que infelizmente não ocorre. A outra parte está ligada à nossa propensão natural de resistir às instruções de Deus quando elas nos apontam para um caminho diferente daquele que queremos seguir. Procurarei nesta série, com a ajuda do Senhor, explicar para o benefício dos nossos leitores, o que a Palavra de Deus realmente nos ensina sobre a graça, e no processo, eliminar sérios equívocos quanto a como a graça se aplica ao nosso viver como um povo separado e destinado ao Reino de Deus (1Pe 2:9).

Leia mais »

Bênçãos E Maldições: Mitos, Crendices E A Verdade Da Palavra (Parte 2) – Maldição Hereditária

Maldição Hereditária, como quebrar ou interromper uma maldição hereditária de gerações na família

Por Markus DaSilva, Th.D.

Na primeira parte desta pequena série, estabelecemos a base para que tenhamos um melhor entendimento sobre bênçãos e maldições segundo a bíblia. Explicamos que muito do que se ouve sobre este assunto não passa de superstições; conceitos populares sensacionalistas sem o respaldo da Palavra. São estes tipos de fábulas que fornecem abundante material para a proliferação desenfreada de falsos profetas, falsos pastores, falsos missionários, falsos apóstolos, falsos bispos e outros exploradores da consciência e do sofrimento alheio (1Tm 4:7; Mt 7:15).

Leia mais »