A Cruz Nossa De Cada Dia

A Cruz Nossa De Cada Dia - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

A essência do evangelho é a cruz. A essência da cruz é o sacrifício. A essência do sacrifício é a redenção. A essência da redenção é a graça. A essência da graça é o amor. A essência do amor é Deus.

Existem duas cruzes no plano de salvação. Ambas ligadas aos filhos de Deus e ambas envolvem sofrimento e morte. A primeira, e maior das cruzes, é a do filho unigênito do Pai, Jesus (João 3:16). Se Jesus não estivesse disposto a carregar e morrer na cruz, não existiria o evangelho e continuaríamos perdidos nas nossas transgressões, sem qualquer esperança de sermos salvos: a essência do evangelho é a cruz (Fil 2:7-9).

“Morremos na cruz quando este mundo, com seus prazeres e valores, não mais nos interessa; morremos quando a única coisa que almejamos na vida é estarmos com Cristo.”

Mencionei duas cruzes. A outra cruz, pertence a nós; nós, que somos filhos de Deus por adoção (Gal 4:5).

Primeiro, devemos entender que, para quem quer ir morar com Deus, carregar a nossa cruz não é opcional. Jesus dizia a todos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me” (Luc 9:23). Aqui podemos ver que a condição para ser um servo é obedecer a Cristo; obedecer contrário àquilo que queremos. Deixe-me ser direto: se todos os dias você não deixar de ver, ler, ouvir ou praticar alguma coisa por causa de Jesus, então você não negou a si mesmo, não está carregando a sua cruz, e não é um discípulo.

Segundo, como já disse, cruz envolve sofrimento e morte. Dizer não ao eu doi. Recusar um prazer, perder um amigo, interromper um relacionamento, abandonar um vício, tudo isso causa sofrimento, mas temos que fazê-lo. Temos que carregar a nossa cruz até morrermos nela (1Co 15:31). Morremos na cruz quando este mundo, com seus prazeres e valores, não mais nos interessa; morremos quando a única coisa que almejamos na vida é estarmos com Cristo (Gal 2:20).

Queridos, nossos dias estão contados (Jó 14:5). Imploro que não troquem a eternidade por este mundo tão passageiro, mas ao contrário, busquem com toda a alegria a mansão celestial que lhes aguarda. Acordem! “Chegou a hora de vocês despertarem do sono, porque agora a nossa salvação está mais próxima do que quando cremos” (Rom 13:11). Espero te ver no céu.