O Cristão Fariseu

O Cristão Fariseu - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Como vocês já sabem, o nosso ministério tem como foco a obediência e a santidade ao Senhor. Esse foi o nosso chamado e, fortalecidos pela graça de Cristo, temos sido fieis à mensagem que nos foi confiada. Pregamos a separação do mundo, a certeza da salvação, e a realidade do lar permanente com o nosso querido Jesus, e com o nosso maravilhoso Pai (João 14:2).

Recentemente recebemos um email de uma irmã, muito animada com as nossas mensagens, mas que se sentia muito afligida com o pensamento de que, ao procurar a obediência e a santidade, poderia estar correndo o risco de se tornar como os fariseus e que no final, pensando estar agradando a Deus, estivesse de fato se distanciando Dele.

“Deixem o inimigo e seus seguidores falarem o que quiserem. Que nos chamem de fariseus, de radicais, de bitolados, de legalistas…. Que maravilha é sofrer insultos por causa do Nome”

Amados, o inimigo é astuto. Ele é um especialista em apresentar argumentos aparentemente corretos, utilizando uma mistura de verdades e mentiras, de tal forma que até os escolhidos, se não fosse o Espírito Santo, poderiam ser enganados (2 Co 11:14). Lembremos que desobedecer a Deus, satisfazer a carne, é exatamente o que Satanás quer que façamos. Animado com o sucesso obtido no Éden, ele nunca se cansa de pregar a mesma mensagem da desobediência, dia e noite, àqueles chamados à semelhança de Cristo. Já no deserto, ele não conseguiu convencer a Jesus, mas certamente fará de tudo para convencer a mim e a você a unir-nos a ele (2 Co 11:13).

Pensem bem. O que temos nós, que somos imitadores de Cristo, com os fariseus? Nada. Lembrem que a grande característica do farisaísmo é a hipocrisia (Mt 23:13-27). Eles pregavam uma santificação de criação própria, mas que eles mesmos não seguiam. O amor que demonstravam a Deus era apenas uma fachada para ganhar prestígio e admiração dos outros. O que define os fariseus, assim como Satanás, o pai deles, é a falsidade, é a mentira (João 8:44). Os Judeus que verdadeiramente amavam a Deus foram protegidos por Jesus desse engano: Pedro, João, Nicodemos, Paulo… e muitos outros. Da mesma forma hoje, o Espírito Santo jamais permitirá alguém que genuinamente ama a Jesus cair no erro da hipocrisia. Seremos alertados e corrigidos, se for necessário (Hb 12:6).

Irmãos, já estamos praticamente ouvindo os primeiros sons das trombetas. Não hesitem, não regressem, não desanimem. Em toda a Palavra de Deus, somos exortados a sermos um povo santo, separados do mundo, vivendo em obediência (Lv 20:26, 1 Pd 1:16). Nosso grande exemplo, Jesus, assim vivia quando esteve conosco, e assim também viveremos até o fim (1 Pd 2:21). Deixem o inimigo e seus seguidores falarem o que quiserem. Que nos chamem de fariseus, de radicais, de bitolados, de legalistas…. Que maravilha é sofrer insultos por causa do Nome (1 Pd 4:14). Mas ai daqueles que procuram nos desviar da obediência e da santidade (Mt 18:6). Espero te ver no céu.