O Fardo Pesado (desânimo, insegurança, cansaço e depressão).

O Fardo Pesado (desânimo, insegurança, cansaço e depressão). Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Uma das verdades mais confortadoras que ouvimos de Jesus foi um convite: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso” (Mt 11:28). A condição para recebermos esse descanso que tanto precisamos é simplesmente abandonar o nosso fardo pesado e aceitar o seu fardo leve (Mt 11:30).

“Há poucas horas, recebemos um telefonema nos comunicando da morte de um irmão muito querido na igreja. Ele se foi. A condição que se encontrava quando deu o seu último suspiro será aquela na qual enfrentará o Grande Juiz.”

O fardo mencionado por Jesus é a consequência de vivermos em um mundo dominado pelo pecado. Adão e Eva não tinham fardo até que pecaram. Entre os Judeus, o fardo pesado era o resultado do sistema legalístico criado pelos religiosos hipócritas. Hoje em dia, a hipocrisia ainda existe, mas o legalismo foi em grande parte substituído pelo liberalismo. A mensagem presente é que o Senhor não mais se importa com o pecado: “Venha como está e continue como veio”! Nem legalismo ou liberalismo salva, pois ambos oferecem um evangelho falso. Enquanto o primeiro se concentra em regulamentos e obrigações, ignorando a graça; o segundo enaltece os prazeres e as emoções, abusando da graça. Ambos focam no homem e não em Cristo; ambos resultam em um fardo insuportável.

Qual é o verdadeiro evangelho? Arrependimento, entrega, amor e obediência a Cristo. Tudo para Ele, nada para nós. Enquanto não aceitarmos esse evangelho seremos escravos de uma religião falsa e carregaremos o nosso próprio fardo, o fardo do desânimo, insegurança, cansaço e depressão (Gl 5:1).

O fardo leve de Cristo se recebe quando verdadeiramente o seguimos, assim como os apóstolos os fizeram. Durante esse processo, e é um processo, abandonaremos no caminho tudo aquilo que já não faz parte do novo homem (Ef 4:22-24). Isso não é complicado, mas precisa de fé, decisão e persistência. Se não nos aproxima de Jesus, deve ser abandonado. Simples e eficaz.

Há poucas horas, recebemos um telefonema nos comunicando da morte de um irmão muito querido na igreja. Ele se foi. A condição que se encontrava quando deu o seu último suspiro será aquela na qual enfrentará o Grande Juiz (Ap 20:12). Qual de vocês garante estar vivo amanhã? Queridos, não percam mais tempo. Se voltem para Jesus por completo hoje mesmo e aceitem o fardo leve que Ele lhes oferece para que recebam a segurança, a paz, e o refrigério que tanto procuram; e no final, a vida eterna. Espero te ver no céu.