Recusando A Salvação…

recusando-a-salvacao-site

Por Markus DaSilva, Th.D.

O Senhor me chamou para pregar o evangelho da obediência e da santificação entre o seu povo. Lembrando-me continuamente das minhas fraquezas, procuro imitar a Cristo na sua compaixão e amor por aqueles que correm o risco de perder a batalha contra a carne.

Sendo Jesus Deus perfeito, ele sabia como atingir o equilíbrio ideal entre o amor e a justiça. Como amor personificado (1Jo 4:8), tudo nele exalava compaixão, carinho e ternura. Mesmo quando não era a sua intenção imediata, o amor naturalmente fluía do nosso amado Jesus: “Quem tocou em mim?” Perguntou Ele ao ser tocado pela mulher que sofria de hemorragia (Lc 8:45). Sem pedir permissão, a mulher que lutava por 12 anos tocou nas suas vestes, o amor se manifestou, e sua enfermidade se foi.

Mas Jesus também era justiça perfeita, e como tal não negociava com a carne. Após prover libertações físicas e espirituais, sua frequente admoestação era: “Vá e não peque mais!” (João 5:14; João 8:11). Quando o jovem rico recusou a instrução para ter a vida eterna, Jesus não lhe ofereceu alternativas, não propôs um meio-termo, não o chamou de volta para terem mais diálogos. Embora o tenha amado, Jesus permitiu que o jovem se retirasse sem obter a salvação desejada (Mc 10:21).

Queridos, entendam isso, assim como eu e vocês esse rapaz procurou o céu na fonte certa; na realidade a única pessoa no universo que poderia lhe dar o que queria, mas mesmo assim não recebeu o que procurava. Por que não? Porque recusou a obedecer, considerando demasiado alto o preço requerido. Ele quis a salvação, ele encontrou o caminho, mas lhe faltou a obediência. Não pensem que conosco é diferente.

Amados, se estão lendo este texto, é possível que o Espírito ainda lhes chama à santidade, à uma vida de completa obediência e submissão ao Senhor; de completo desapego àquilo que lhes prendem a esta vida presente. A qualquer momento, assim como foi com o jovem, o Senhor poderá permitir que vocês se retirem sem obter o maior dos seus desejos. Antes que isso ocorra, imploro que abandonem todos os obstáculos entre vocês e Cristo. Nada, absolutamente nada neste mundo passageiro justifica perder “o que Deus preparou para aqueles que o amam” (1Co 2:9). Espero te ver no céu. —Markus DaSilva.