Arquivo da tag: Deus

O Fim Dos Mornos (Parte 2)

O Fim Dos Mornos (Parte 2) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Na primeira parte desse texto, falamos da existência de três grupos de pessoas na terra: os perdidos, os salvos e os mornos, sendo que este último é o nosso foco. De todos os seres humanos que enfrentarão a condenação de Deus no juízo final, os mornos (nem frios nem quentes) serão os mais infelizes porque esperavam ser salvos (Mt 7:21-23). Durante os rápidos anos que passaram nesse mundo, foram levados por um coração depravado. Desenvolveram um cristianismo próprio, completo, com um deus e um evangelho imaginário. Esses idólatras – pois é isso que são – pregam um plano de salvação que mais se parece com um cruzeiro em direção às ilhas gregas do que com o caminho apertado rumo ao céu. Tem-se a impressão que adquirem seus conhecimentos de folhetos turísticos e não das Escrituras.

Leia mais »

O Fim Dos Mornos (Parte 1)

O Fim Dos Mornos (Parte 1) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Há mais de 30 anos, aceitei a Jesus como meu Salvador em uma pequena igreja batista no interior de Minas. Antes desse dia, eu já sabia que se tomasse tal decisão teria que haver uma mudança radical na minha vida, envolvendo lazer, vícios, amizades, namoro e até profissão. Sem ninguém ter me alertado, no meu coração eu já sabia dessas coisas. Isso é fato. Pergunte qualquer adulto, não convertido, e ele lhe dirá (se for honesto) que realmente teria que abandonar certas práticas se aceitasse a Jesus. No seu íntimo, ele já sabe que o mundo onde se encontra e o mundo que Deus oferece são incompatíveis, assim como luz e trevas (2Co 6:14). O Senhor coloca esse conhecimento básico nas suas criaturas para que a decisão de O seguir seja consciente e não às cegas. Se alguém não está disposto a pagar o preço do discipulado, é melhor que fique de fora (Lc 14:25-34).

Leia mais »

O Fardo Pesado (desânimo, insegurança, cansaço e depressão).

O Fardo Pesado (desânimo, insegurança, cansaço e depressão). Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Uma das verdades mais confortadoras que ouvimos de Jesus foi um convite: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso” (Mt 11:28). A condição para recebermos esse descanso que tanto precisamos é simplesmente abandonar o nosso fardo pesado e aceitar o seu fardo leve (Mt 11:30).

Leia mais »

Espero Te Ver No céu

Espero Te Ver No céu - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

“Espero te ver no céu”! Assim sempre terminamos nossos textos. Muitos respondem de volta, com um: “Também espero te encontrar por lá”! Ou algo semelhante. Mas existem aqueles que se sentem incomodados, achando presunção da nossa parte. Estes creem que ninguém sabe ao certo se lá estará. Queridos, a certeza da salvação é algo fundamental na vida do cristão. O sacrifício da cruz, não deixa a menor dúvida quanto à sua eficácia para levar ao céu todo aquele que crer. (Jo 3:14-16)

Leia mais »

A Verdade Absoluta (Parte 2)

A Verdade Absoluta (Parte 2) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Na primeira parte deste texto, comentamos da extraordinária revelação de Jesus, quando disse: “Eu sou a verdade!” (João 14:6). Não uma das verdades, ou a melhor das verdades, mas a única; a verdade que se tornou homem; perfeita, invariável, suprema; a verdade absoluta.

Leia mais »

A Voz Do Inimigo

A Voz Do Inimigo - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Tenho visto muitos cristãos nas  redes sociais defendendo uma ideia falsa, satânica, sobre Deus. Eles foram levados a crer que o Senhor estabeleceu para nós um alvo impossível de ser atingido. Intencionalmente ou não, falam como se o nosso amado Criador fosse um Deus sadista ou sem consideração; pois, pensam eles, o Senhor nos pede algo sabendo que ninguém pode dar, por mais que queira. Estou falando da nossa santificação.

Leia mais »

Fé, Obediência, Salvação

Por Markus DaSilva, Th.D.

Poucos se interessam por santidade, também poucos serão salvos. Não me entendam mal, a Palavra é bem clara que muitos são chamados e a muitos foi dado acesso ao caminho apertado que leva ao céu (Mt 22:14), mas sabemos muito bem que pouquíssimos seguem por ele (Mt 7:13). A maioria, incluindo cristãos, corre desse caminho. As pessoas preferem ficar onde estão, ou escolhem algum caminho alternativo, espaçoso, cujo destino não é o céu.

Leia mais »

A Verdade Absoluta (Parte 1)

A Verdade Absoluta (Parte 1) Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Existe uma verdade absoluta. Por absoluta entendemos a verdade única, suprema, sem variação. O ser humano não possui a verdade absoluta porque está sujeito a parcialidade e influências. Para o homem, o que é verdade hoje pode não ser amanhã (basta observar os políticos para confirmar o que digo). Quando Jesus disse: “Eu sou a verdade!” (João 14:6). Ele disse algo extraordinário; uma afirmação que nenhuma outra pessoa pode fazer: a de ser a própria verdade, a verdade encarnada, a verdade absoluta. Sempre ouvimos alguém insistir que fala a verdade, ou que conhece a verdade, mas nunca um indivíduo disse que é a verdade em si.

Leia mais »

A Oferta de Caim (Louvor – Parte 2)

A Oferta de Caim (Louvor - Parte 2) Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Nosso último texto sobre o louvor, publicado em Abril, causou um certo desconforto entre aqueles que imaginam que o Senhor desconsidera a obediência como requisito para que a nossa adoração seja aceita.

Leia mais »

A Santificação e a Graça

A Santificação e a Graça Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

A graça não substitui a santificação. Parece óbvio, mas tenho visto um grande número de cristãos que, intencionalmente ou não, confundem esses princípios básicos da vida cristã. Basta eu escrever algo sobre a santificação, basta eu exortar os irmãos a abandonarem algum pecado, que logo alguém brada: “Somos salvos pela graça!” Como se a função da graça fosse viabilizar o pecado. A graça não é uma autorização para pecar, mas sim o dispositivo divino pelo qual o nosso caminhar em santidade torna-se possível. Como assim? Eu explico. Se não fosse a cruz de Cristo nenhum ser humano poderia fazer qualquer coisa de valor perante o Pai (Is 64:6). Mas, ao confessar Jesus como o meu salvador, sou comprado, remido, salvo, transformado, e a sua perfeição é contada (sem qualquer merecimento) como minha (Cl 1:28). Assim, minha obediência, meu caminhar santo, sobe ao Pai como um aroma agradável. Isso porque já não sou eu que o faço, mas o Espírito de Jesus que vive em mim (Ro 8:9). Esse caminhar em santidade não é apenas agradável ao Pai, mas também é a condição imposta para Vê-lo (Hb 12:14). Por que? Porque agora que Cristo habita em mim eu estou capacitado para ser uma pessoa santa. Antes não, mas agora sim! Não tenho mais desculpas (1Co 6:11).

Leia mais »