Arquivo da tag: Mundanismo

A Fé Que Não Salva

A Fé Que Não Salva - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Todo o ser humano possui algum tipo de fé quanto àquilo que o aguarda depois da morte. Ainda que seja o nada, obrigatoriamente ele precisará da fé para que a ideia se forme e se concretize na mente. Quando o homem diz: “Não creio em Deus, não tenho religião”! O que ele está dizendo na realidade é que ele preferiu alimentar a fé na não existência de Deus, mas continua sendo fé. No íntimo ele sabe que existe um poder superior (Ro 1:21); o seu espírito o incomoda continuamente com o fato de que alguma coisa de suma importância lhe falta. Ele sente no coração que é alguém incompleto. Então ele toma a decisão de fortalecer a crença de que esse ser superior, Deus, não existe, em uma vã tentativa de eliminar o vazio na alma; como um animal de estimação que se esconde debaixo da cama para que os raios e trovões desapareçam. Até o fim da sua vida ele será uma pessoa infeliz. Obviamente será ainda mais infeliz quando abrir os seus olhos na ressureição da condenação (João 5:29).

Leia mais »

O Fim Dos Mornos (Parte 1)

O Fim Dos Mornos (Parte 1) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Há mais de 30 anos, aceitei a Jesus como meu Salvador em uma pequena igreja batista no interior de Minas. Antes desse dia, eu já sabia que se tomasse tal decisão teria que haver uma mudança radical na minha vida, envolvendo lazer, vícios, amizades, namoro e até profissão. Sem ninguém ter me alertado, no meu coração eu já sabia dessas coisas. Isso é fato. Pergunte qualquer adulto, não convertido, e ele lhe dirá (se for honesto) que realmente teria que abandonar certas práticas se aceitasse a Jesus. No seu íntimo, ele já sabe que o mundo onde se encontra e o mundo que Deus oferece são incompatíveis, assim como luz e trevas (2Co 6:14). O Senhor coloca esse conhecimento básico nas suas criaturas para que a decisão de O seguir seja consciente e não às cegas. Se alguém não está disposto a pagar o preço do discipulado, é melhor que fique de fora (Lc 14:25-34).

Leia mais »

O Fardo Pesado (desânimo, insegurança, cansaço e depressão).

O Fardo Pesado (desânimo, insegurança, cansaço e depressão). Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Uma das verdades mais confortadoras que ouvimos de Jesus foi um convite: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso” (Mt 11:28). A condição para recebermos esse descanso que tanto precisamos é simplesmente abandonar o nosso fardo pesado e aceitar o seu fardo leve (Mt 11:30).

Leia mais »

Fé, Obediência, Salvação

Por Markus DaSilva, Th.D.

Poucos se interessam por santidade, também poucos serão salvos. Não me entendam mal, a Palavra é bem clara que muitos são chamados e a muitos foi dado acesso ao caminho apertado que leva ao céu (Mt 22:14), mas sabemos muito bem que pouquíssimos seguem por ele (Mt 7:13). A maioria, incluindo cristãos, corre desse caminho. As pessoas preferem ficar onde estão, ou escolhem algum caminho alternativo, espaçoso, cujo destino não é o céu.

Leia mais »

A Verdade Absoluta (Parte 1)

A Verdade Absoluta (Parte 1) Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Existe uma verdade absoluta. Por absoluta entendemos a verdade única, suprema, sem variação. O ser humano não possui a verdade absoluta porque está sujeito a parcialidade e influências. Para o homem, o que é verdade hoje pode não ser amanhã (basta observar os políticos para confirmar o que digo). Quando Jesus disse: “Eu sou a verdade!” (João 14:6). Ele disse algo extraordinário; uma afirmação que nenhuma outra pessoa pode fazer: a de ser a própria verdade, a verdade encarnada, a verdade absoluta. Sempre ouvimos alguém insistir que fala a verdade, ou que conhece a verdade, mas nunca um indivíduo disse que é a verdade em si.

Leia mais »

A Santificação e a Graça

A Santificação e a Graça Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

A graça não substitui a santificação. Parece óbvio, mas tenho visto um grande número de cristãos que, intencionalmente ou não, confundem esses princípios básicos da vida cristã. Basta eu escrever algo sobre a santificação, basta eu exortar os irmãos a abandonarem algum pecado, que logo alguém brada: “Somos salvos pela graça!” Como se a função da graça fosse viabilizar o pecado. A graça não é uma autorização para pecar, mas sim o dispositivo divino pelo qual o nosso caminhar em santidade torna-se possível. Como assim? Eu explico. Se não fosse a cruz de Cristo nenhum ser humano poderia fazer qualquer coisa de valor perante o Pai (Is 64:6). Mas, ao confessar Jesus como o meu salvador, sou comprado, remido, salvo, transformado, e a sua perfeição é contada (sem qualquer merecimento) como minha (Cl 1:28). Assim, minha obediência, meu caminhar santo, sobe ao Pai como um aroma agradável. Isso porque já não sou eu que o faço, mas o Espírito de Jesus que vive em mim (Ro 8:9). Esse caminhar em santidade não é apenas agradável ao Pai, mas também é a condição imposta para Vê-lo (Hb 12:14). Por que? Porque agora que Cristo habita em mim eu estou capacitado para ser uma pessoa santa. Antes não, mas agora sim! Não tenho mais desculpas (1Co 6:11).

Leia mais »

Santificação – O Corpo e o Espírito

Santificação – O Corpo e o Espírito - Assistir Televisão, Novela e Filmes é Pecado, Corpo e Espírito - Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Nesses últimos dias, a igreja parece não mais entender o que é a santificação. Satanás conseguiu trazer algo alarmante para o nosso meio; a ideia de que somos seres compartimentados, ou seja, que Deus somente se interessa pela parte espiritual da nossa vida.

Leia mais »

Morrendo Para o Mundo

Morrendo Para o Mundo - Por Markus DaSilva - Mateus 10:30

Por Markus DaSilva, Th.D.

A morte é um evento completo e final; ninguém morre só um pouco ou temporariamente. É exatamente por tais características que o apóstolo Paulo usou o morrer como uma analogia da separação entre os cristãos e o mundo: “Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus” (Cl 3:3). Quando Jesus disse que para segui-lo temos que perder a nossa vida (Mt 10:39), ele foi claro que não está disposto a compartilhar o nosso amor com nada, enquanto aqui vivemos; quem realmente quer ser seu discípulo não pode amar o mundo.

Leia mais »

Ir Para o Céu é Difícil

Ir Para o Céu é Difícil - Por Markus DaSilva - Entrai Pela Porta Estreita

Por Markus DaSilva, Th.D.

Ir para o céu é difícil! Não ajudaria em nada dizer que é fácil. No conhecido sermão da montanha, Jesus nos diz que estreita é a porta que leva à vida. De toda a bíblia, “estreita” parece ser a palavra mais difícil de entender entre o povo de Deus nestes últimos dias. Poderíamos pesquisar a etimologia da palavra, mas temo que o problema não é de linguística, mas sim de coração. Sabemos que nas escrituras algumas passagens exigem mais estudo, mas essa não é uma delas. Entrar no céu, ver a Deus, é difícil e poucos conseguirão, eis aí o que significa o estreito da porta. Difícil entrar? Sim, porque a carne, com suas paixões, não passa por essa porta, aliás, nem mesmo a encontra, como disse o nosso querido Jesus (Mt 7:13-14); apenas a alma santificada tem acesso, pois, “sem santificação ninguém verá o Senhor” (Hb 12:14). Infelizmente, muitos nas igrejas insistem em continuar na carne; esse mundo continua sendo o foco; até nas suas orações a vida presente tem prioridade.

Leia mais »

Louvor Não Salva (Louvor – Parte 1)

Louvor Não Salva (Louvor - Parte 1) - Adoradores em Espírito e Verdade - Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Louvor não salva. Duro, mas tem que ser dito. Querer ser salvo pelo cantar, fechar os olhos, levantar as mãos, dançar, coreografar, bater palmas, derramar lágrimas…. é querer ser salvo por obras, por algo que fazemos, e nenhuma obra levará alguém ao céu. Por mais lindo e comovente que seja, Jesus não disse que o Pai procura por adoradores que saibam louvar, mas sim por aqueles que o adorem em espírito e em verdade (Jo 4:23). Em espírito porque não é na carne e em verdade porque não é mentira, bem simples. Mentimos na adoração quando a nossa vida particular não condiz com as aparências; vivemos uma farsa; enganamos aos homens, e até a nós mesmos, mas não a Deus.

Leia mais »