Arquivo da tag: Santificação

O Fim Dos Mornos (Parte 2)

O Fim Dos Mornos (Parte 2) - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Na primeira parte desse texto, falamos da existência de três grupos de pessoas na terra: os perdidos, os salvos e os mornos, sendo que este último é o nosso foco. De todos os seres humanos que enfrentarão a condenação de Deus no juízo final, os mornos (nem frios nem quentes) serão os mais infelizes porque esperavam ser salvos (Mt 7:21-23). Durante os rápidos anos que passaram nesse mundo, foram levados por um coração depravado. Desenvolveram um cristianismo próprio, completo, com um deus e um evangelho imaginário. Esses idólatras – pois é isso que são – pregam um plano de salvação que mais se parece com um cruzeiro em direção às ilhas gregas do que com o caminho apertado rumo ao céu. Tem-se a impressão que adquirem seus conhecimentos de folhetos turísticos e não das Escrituras.

Leia mais »

A Voz Do Inimigo

A Voz Do Inimigo - Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Tenho visto muitos cristãos nas  redes sociais defendendo uma ideia falsa, satânica, sobre Deus. Eles foram levados a crer que o Senhor estabeleceu para nós um alvo impossível de ser atingido. Intencionalmente ou não, falam como se o nosso amado Criador fosse um Deus sadista ou sem consideração; pois, pensam eles, o Senhor nos pede algo sabendo que ninguém pode dar, por mais que queira. Estou falando da nossa santificação.

Leia mais »

Fé, Obediência, Salvação

Por Markus DaSilva, Th.D.

Poucos se interessam por santidade, também poucos serão salvos. Não me entendam mal, a Palavra é bem clara que muitos são chamados e a muitos foi dado acesso ao caminho apertado que leva ao céu (Mt 22:14), mas sabemos muito bem que pouquíssimos seguem por ele (Mt 7:13). A maioria, incluindo cristãos, corre desse caminho. As pessoas preferem ficar onde estão, ou escolhem algum caminho alternativo, espaçoso, cujo destino não é o céu.

Leia mais »

A Verdade Absoluta (Parte 1)

A Verdade Absoluta (Parte 1) Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Existe uma verdade absoluta. Por absoluta entendemos a verdade única, suprema, sem variação. O ser humano não possui a verdade absoluta porque está sujeito a parcialidade e influências. Para o homem, o que é verdade hoje pode não ser amanhã (basta observar os políticos para confirmar o que digo). Quando Jesus disse: “Eu sou a verdade!” (João 14:6). Ele disse algo extraordinário; uma afirmação que nenhuma outra pessoa pode fazer: a de ser a própria verdade, a verdade encarnada, a verdade absoluta. Sempre ouvimos alguém insistir que fala a verdade, ou que conhece a verdade, mas nunca um indivíduo disse que é a verdade em si.

Leia mais »

A Santificação e a Graça

A Santificação e a Graça Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

A graça não substitui a santificação. Parece óbvio, mas tenho visto um grande número de cristãos que, intencionalmente ou não, confundem esses princípios básicos da vida cristã. Basta eu escrever algo sobre a santificação, basta eu exortar os irmãos a abandonarem algum pecado, que logo alguém brada: “Somos salvos pela graça!” Como se a função da graça fosse viabilizar o pecado. A graça não é uma autorização para pecar, mas sim o dispositivo divino pelo qual o nosso caminhar em santidade torna-se possível. Como assim? Eu explico. Se não fosse a cruz de Cristo nenhum ser humano poderia fazer qualquer coisa de valor perante o Pai (Is 64:6). Mas, ao confessar Jesus como o meu salvador, sou comprado, remido, salvo, transformado, e a sua perfeição é contada (sem qualquer merecimento) como minha (Cl 1:28). Assim, minha obediência, meu caminhar santo, sobe ao Pai como um aroma agradável. Isso porque já não sou eu que o faço, mas o Espírito de Jesus que vive em mim (Ro 8:9). Esse caminhar em santidade não é apenas agradável ao Pai, mas também é a condição imposta para Vê-lo (Hb 12:14). Por que? Porque agora que Cristo habita em mim eu estou capacitado para ser uma pessoa santa. Antes não, mas agora sim! Não tenho mais desculpas (1Co 6:11).

Leia mais »

Morrendo Para o Mundo

Morrendo Para o Mundo - Por Markus DaSilva - Mateus 10:30

Por Markus DaSilva, Th.D.

A morte é um evento completo e final; ninguém morre só um pouco ou temporariamente. É exatamente por tais características que o apóstolo Paulo usou o morrer como uma analogia da separação entre os cristãos e o mundo: “Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus” (Cl 3:3). Quando Jesus disse que para segui-lo temos que perder a nossa vida (Mt 10:39), ele foi claro que não está disposto a compartilhar o nosso amor com nada, enquanto aqui vivemos; quem realmente quer ser seu discípulo não pode amar o mundo.

Leia mais »

Ir Para o Céu é Difícil

Ir Para o Céu é Difícil - Por Markus DaSilva - Entrai Pela Porta Estreita

Por Markus DaSilva, Th.D.

Ir para o céu é difícil! Não ajudaria em nada dizer que é fácil. No conhecido sermão da montanha, Jesus nos diz que estreita é a porta que leva à vida. De toda a bíblia, “estreita” parece ser a palavra mais difícil de entender entre o povo de Deus nestes últimos dias. Poderíamos pesquisar a etimologia da palavra, mas temo que o problema não é de linguística, mas sim de coração. Sabemos que nas escrituras algumas passagens exigem mais estudo, mas essa não é uma delas. Entrar no céu, ver a Deus, é difícil e poucos conseguirão, eis aí o que significa o estreito da porta. Difícil entrar? Sim, porque a carne, com suas paixões, não passa por essa porta, aliás, nem mesmo a encontra, como disse o nosso querido Jesus (Mt 7:13-14); apenas a alma santificada tem acesso, pois, “sem santificação ninguém verá o Senhor” (Hb 12:14). Infelizmente, muitos nas igrejas insistem em continuar na carne; esse mundo continua sendo o foco; até nas suas orações a vida presente tem prioridade.

Leia mais »