🎥 Os Ensinos dos Anticristos. Eles Já Estão no Nosso Meio

Baixar Áudio Baixar Áudio | Baixar PDF Baixar PDF

Os Ensinos dos Anticristos. Eles Já Estão no Nosso Meio. Quem São os Anticristos?

Por Markus DaSilva, Th.D.

À

ntes de começarmos esta série de estudos sobre os ensinos dos anticristos, temos que explicar quem são eles. Ou melhor, temos que explicar como uma pessoa se torna um anticristo. A explicação é mais simples do que você imagina. O homem ou mulher passa a ser um anticristo quando ele ou ela se posiciona contra ou no lugar de Cristo. O prefixo grego [ἀντι (anti)] significa exatamente isto, “ser contra” ou “se posicionar no lugar de”; de onde temos palavras como anti-caspa, anti-aderente, etc.

Ensinar que existe salvação para a alma desobediente é um dos grandes ensinos dos anticristos.

Na primeira carta de João, ele nos alertou que o anticristo virá (1 João 2:18), mas logo a seguir nos diz que já haviam surgido anticristos entre eles. Existe um entendimento entre os estudiosos da Bíblia que no final dos tempos surgirá o grande Anticristo, e que o falso profeta mencionado em Apocalipse 19:20 está ligado ao anticristo ou possivelmente, ele mesmo, é o anticristo profetizado por João nas suas cartas. Esta série de vídeos, no entanto, não lidará com o Anticristo escatológico que surgirá próximo ao juízo final, mas sim com os vários anticristos que têm surgido nestes últimos dias assim como também surgiram nos dias do apóstolo João.

Milhões de estudos teológicos enviados totalmente sem custo. Se inscreva neste link: Página de Inscrição.

É importante frisar também que praticamente nunca veremos um anticristo assumir que ele de fato se posiciona contra Cristo e contra os seus ensinos. Não, pois se assim o fizesse, muitos, mas não todos, entre os seus seguidores o abandonariam. Também tem a triste realidade que muitos anticristos não sabem que são. Isto não quer dizer de forma alguma que são inocentes do que fazem, pois eles conhecem os evangelhos e estão a par de tudo o que Jesus nos ensinou e nos ordenou que fizéssemos se queremos herdar a vida eterna. De tal forma que, quer reconheçam ou não, eles atuam como obreiros do diabo todas as vezes que ensinam a alguém um evangelho diferente do evangelho pregado por Jesus.

Sem mais demora, vamos ao primeiro dos ensinos dos anticristos tão popular nestes últimos dias: A pessoa se salvará e receberá a vida eterna mesmo mantendo as suas paixões pelo mundo presente.

O líder que ensina isto, seja em palavras, ou no seu exemplo de vida, está ensinando algo que vai contrário àquilo que Cristo ensinou, e portanto ele ou ela é um anticristo. Vamos ver o que Jesus realmente ensinou: “Quem ama [Gr. φιλέω (filéo) s.f. amizade, amor, afeto] a sua vida [Gr. ψυχή (psirrí) s.f. alma, vida, mente, individualidade], perdê-lá-á; e quem neste mundo odeia [Gr. μισέω (miséo) v. odiar, ser odiado, detestar] a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna [Gr. ζωήν αιώνιον (zoin eônion) vida eterna]” (João 12:25).

Quer que oremos por você? Visite a Página de Oração.

Nestas palavras de Jesus vemos que ele classificou dois grupos de indivíduos, e a classificação é baseada na escolha que o indivíduo faz em relação ao local onde ele quer viver. Se ele quer usufruir da vida aqui e agora, na vida presente, tudo bem, esse é um direito que Deus deu a todos nós, mas Jesus o está alertando que os seus prazeres se limitarão a esta vida, aos poucos anos, ou meses, ou dias que lhe resta. Se, no entanto, ele pensou bem e acha melhor esperar um pouco, para usufruir da sua vida para todo o sempre, quando Deus o levar daqui, então esta também é sua escolha. Note que Jesus nos deu apenas duas opções: amar [Gr. fileo] a nossa vida no presente e perdê-la na eternidade, ou odiar [Gr. miséo] a nossa vida neste mundo atual e achá-la na vida eterna.

O que os líderes anticristos ensinam, no entanto, é que devido à bondade, misericórdia e amor de Deus, o indivíduo pode sim curtir a vida presente e não é realmente necessário odiá-la para se salvar. Eles ensinam que o cristão apenas precisa de um certo autocontrole, de um certo equilíbrio, de moderação; e que desde que ele não ponha de lado as suas obrigações religiosas, Deus lhe estenderá a graça da salvação e lhe dará a vida eterna, mesmo que ele ame a sua vida neste mundo.

Gostaria de jejuar conosco?
Visite a Página de Jejum.
Próximo jejum: sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Lindo e maravilhoso não é mesmo? É lindo falar dos três grandes atributos de Deus: sua bondade, misericórdia e amor. Mas estes anticristos intencionalmente nunca mencionam outros três importantes atributos de Deus: sua santidade, imutabilidade e justiça.

Irmãos, as palavras de Jesus são palavras claras, firmes, imutáveis e eternas. Os mandamentos de Jesus são ordens que se cumpridas fielmente salvará a todo aquele que os obedece, mas que se forem ignorados, levará o homem à morte eterna. Ensinar que existe salvação para a alma desobediente é um dos grandes ensinos dos anticristos. Se o seu líder ensina essa mentira, seja em palavras, ou no seu exemplo de vida, fuja dele como quem foge do próprio satanás.

Este foi o primeiro destes pequenos vídeos sobre o grande número de anticristos que atualmente têm surgido no meio cristão. Se Deus nos permitir, e nos der o entendimento necessário, seguiremos revelando um por um dos enganos escondidos nas suas mensagens tão populares nas redes sociais e na mídia em geral. São populares porque agradam o cristão carnal; agradam o cristão que procura por um evangelho que lhe promete herdar a vida eterna sem que seja requerido que pague o preço do discipulado. Este, porém, não é o evangelho ensinado por Jesus, e, consequentemente, é um falso evangelho. Existe um custo que deverá ser pago por todo aquele que verdadeiramente quer seguir a Jesus e no final herdar a vida eterna, segundo nos ensinou, não um ser humano como eu e você, mas sim o nosso Salvador amado: “Assim, pois, todo aquele dentre vós que não renuncia [Gr. αποτάσσω (apotásso) v. dar adeus, abandonar, se despedir] a tudo [Gr. πας (pas) adj. tudo, de todo o tipo] quanto possui [Gr. υπάρχω (ipar-rro) v. ter, ser, possuir], não tem como ser meu discípulo [Gr. μαθητής (mathitís) s.m. aprendiz, discípulo, aluno, seguidor]” (Luc 14:33).
 

Já não temos muito tempo.

Vamos nos encontrar no céu? Espero que sim!