A Onisciência (Série Os Atributos De Deus)

A ONISCIÊNCIA (SÉRIE OS ATRIBUTOS DE DEUS) Por Markus DaSilva

Por Markus DaSilva, Th.D.

Deus sabe de tudo. Esta é uma verdade que a maioria das pessoas reconhece. Mas é importante que compreendamos um pouco mais sobre a extensão desse saber divino para que tenhamos um melhor entendimento do relacionamento de Deus com o homem, sua criatura.

Iniciei este texto em um aeroporto em Minas, na minha visita anual para ver a minha querida mãe no Brasil. Essa viagem consiste de três voos até chegar à sua casinha no interior. Os dois primeiros voos foram bem, mas o último percurso foi cancelado e me enviaram a um hotel. No dia seguinte, em uma nova tentativa, o piloto teve que aterrizar em uma outra cidade devido ao mau tempo e tivemos que fazer o último trajeto de ônibus. Deus fez tudo isso porque ele queria que eu aconselhasse e orasse com uma jovem que se sentou do meu lado no ônibus. Para mim, tudo isso foi inesperado, mas não para Deus. Toda essa viagem foi cuidadosamente orquestrada para que aquela jovem ouvisse as palavras que o Senhor me deu para ela, a própria moça entendeu isso como um fato (At 4:28; Is 14:24). Ela ouviu e disse que poria tudo em prática.

“O homem vê a superfície, Deus conhece as profundezas. O homem vê os astros, Deus conhece o universo. O homem vê as aparências, Deus conhece o coração.”

Deus tudo sabe. Essa sabedoria de Deus, porém, vai muito além do nosso entendimento. Deus não aprende com a experiência, assim como nós aprendemos, pois, todo o conhecimento que existe já está contido em Deus (Sl 139:1-6). Dessa forma, o conhecimento de Deus não é aplicado de forma reativa, mas sim proativa. Ele sabe de todas as decisões humanas antecipadamente, assim como os motivos que levam a cada decisão (Gn 50:20). Nesse caso, ele coordenou todos os eventos que eventualmente levaria a moça do relato acima a viajar do meu lado no ônibus.

Deus conhece o fim desde o começo (Is 46:10). Sendo assim, nada mudará aquilo que ele conhece, pois se fosse possível ocorrer a menor das mudanças, então Deus realmente não saberia o futuro; e para que Deus não soubesse o futuro, seria necessário que eventos ocorressem fora do seu domínio. Sabemos no entanto que é impossível qualquer coisa ocorrer, por menor que seja, sem o conhecimento do criador de tudo que existe (Mt 10:30). Diferentemente do homem, o Senhor não está sujeito a surpresas.

Queridos, o homem vê a superfície, Deus conhece as profundezas. O homem vê os astros, Deus conhece o universo. O homem vê as aparências, Deus conhece o coração (Jr 17:10; Sl 147:4-5). E é baseado nessa onisciência que podemos crer com toda a certeza que nada nos sucederá sem que esse algo faça parte do plano que foi elaborado para cada um dos seus filhos (Ro 8:28; Sl 33:11). Confiem em Deus mesmo quando tudo parece agir contra vocês. Se entreguem por completo, deixando-se guiar por Aquele que conhece todas as retas e curvas, descidas e subidas da sua vida. Espero te ver no céu. —Markus DaSilva