🔊 Os Planos de Deus Para os Seus Filhos. Estudo Nº 1: a Soberania dos Planos de Deus [Com Áudio]

Homen com o filho no colo olhando as ondas do mar ao por do sol com texto Os Planos de Deus Para os Seus Filhos. Estudo Nº 1: a Soberania dos Planos de Deus [Com Áudio]

Baixar Áudio Baixar Áudio | Baixar PDF Baixar PDF

Por Markus DaSilva, Th.D.

Uma das perguntas mais comuns na vida de um cristão é sobre o plano de Deus para a sua vida. Este interesse em saber se estamos ou não vivendo de acordo com os desejos do Senhor se baseia no fato de que sabemos que Deus é muito bom e de que Ele deseja sempre o melhor para os seus filhos. Se tão somente ouvíssemos Suas instruções em cada decisão que tomamos, evitaríamos todos os tipos de problemas. Afinal, Deus tudo sabe e tudo pode. “Se tivéssemos do nosso lado um aliado com esta combinação de atributos – sabedoria, bondade e poder – teríamos então uma fórmula infalível para um viver completo e feliz”, pensamos corretamente. “Se tão somente víssemos cada uma das muitas ramificações associadas às nossas escolhas, assim como Deus o vê, então poderíamos simplesmente traçar uma rota perfeita, o plano de ação ideal, para atingirmos os melhores resultados possíveis em tudo aquilo que nos empenhamos. Viveríamos tranquilos, sem barreiras, sem inconveniências e sem pessoas desagradáveis cruzando os nossos caminhos a todo o tempo”, seguimos meditando.

“O inimigo pode não conhecer os planos do Senhor para você em detalhes, mas ele sabe muito bem, apenas observando, que você é um dos escolhidos.”

O profeta Jeremias, ouviu uma das mais animadoras palavras quanto aos planos de Deus para os seus escolhidos: “planos de lhes causar o bem e não de lhes causar danos, planos de dar-lhes esperança e um futuro” (Jr 29:11). O apóstolo Paulo, escrevendo aos romanos, concorda com Jeremias ao afirmar que “Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o seguem amando, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito” (Ro 8:28). [Gr. τοῖς ἀγαπῶσιν τὸν θεὸν πάντα συνεργεῖ εἰς ἀγαθόν (tois agapōsin ton theon panta sunergei eis agathon) Trad. Lit. para aqueles amando Deus tudo ele trabalha junto para bem]. Seja qual for a construção preferida no português a partir do original, a mensagem clara das palavras do apóstolo é a de que existe uma conexão entre a manifestação do nosso amor ao Pai à medida que seguimos vivendo nesta terra onde o mal reina, e a intervenção, ou manipulação, de Deus sobre todos os eventos, de tal forma que no final sairemos beneficiados, mesmo quando tudo indica que apenas o mal nos espera. O grande exemplo deste princípio, certamente, foi a experiência entre José e os outros filhos de Jacó: “Depois vieram também seus irmãos, prostraram-se diante dele e disseram: Eis que nós somos teus servos. Respondeu-lhes José: Não temais; acaso estou eu em lugar de Deus? Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; Deus, porém, o intentou para o bem, para fazer o que se vê neste dia, isto é, conservar muita gente com vida” (Gn 50:18-20).

Quando falamos de Deus, devemos lembrar que estamos falando de perfeição, de sabedoria infinita, de imutabilidade. Isso significa que os desejos do Senhor para a nossa vida ocorrem e ocorrerão exatamente como foram planejados. Essa verdade, amados, nos causa um alívio indescritível, pois revela que as minhas frequentes falhas: passadas, presentes e futuras, não pegam Deus de surpresa. Que bálsamo é saber que a minha estupidez, minha ignorância, minha visão curta… não põe em risco aquilo que o meu Criador planejou para mim, milhões de anos antes de me formar no ventre da minha mãe: “Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes de nascer te santifiquei” (Jr 1:4-5).

Se o Senhor permitir, no próximo estudo bíblico darei mais detalhes sobre o que podemos fazer para não “sairmos” do plano de Deus. Por agora, me limitarei a encorajá-los no seguinte ponto. O inimigo pode não conhecer os planos do Senhor para vocês em detalhes, mas ele sabe muito bem, apenas observando, que cada um de vocês é um dos escolhidos. Ele vê a proteção que vocês recebem, o número de anjos que acampam ao seu redor (Sl 34:7), suas orações subindo até os céus (Ap 8:4), as constantes bênçãos concedidas (Is 65:24)… e enfurecido, fará de tudo para que vocês duvidem de quem vocês são; lutará para que vocês questionem as promessas do Criador quanto ao seu futuro. Não lhes dê ouvidos.

As quedas de ontem ficaram no ontem. Hoje é um novo dia, e amanhã será ainda mais novo (Fp 3:13). Levantem, purifiquem-se no sangue do Cordeiro. Agora, sem pecado, adorem ao Pai e sigam em frente, abandonando tudo aquilo que tem ofuscado a sua visão das maravilhas que o seu Criador reservou especialmente para vocês. Espero te ver no céu.