🔊 Série: 12 Verdades que Precisamos Saber Sobre a Oração: Estudo Nº 7: A Fé Vem Pelo Ouvir

Baixar Áudio Baixar Áudio | Baixar PDF Baixar PDF

Estudo bíblico completo sobre o poder da oração. Estudo Nº 7: A Fé Vem Pelo Ouvir.

Por Markus DaSilva, Th.D.

Ano passado, escrevi um texto intitulado: “A Fé Que Não Salva”. Nele, expliquei que embora muitos não percebam, o fato é que todo o ser humano, sem exceção, possui algum tipo de fé. Até mesmo a pessoa que afirma não crer que Deus existe precisa da fé para que essa ideia se forme e se concretize na mente. Fé, então, é um dom dado por Deus a todos os seres humanos; um dom universal assim como o amor, a caridade, a empatia e outros dons que todos temos. Baseado neste fato, quando falamos de fé no contexto da oração, não estamos apenas falando de quantidade, de ter muita fé, mas também de qualidade; estamos então procurando desenvolver uma fé voltada para aquilo que nos beneficiará. Não queremos qualquer fé, mas sim a fé correta. Queremos a fé que nos trará respostas às nossas orações.

“A reputação de Deus está em jogo quando depositamos nele a esperança de que os nossos problemas serão solucionados.”

O Tipo de Fé que Obtém Resultados nas Orações

Sabemos muito bem que a menos que tenhamos fé não receberemos aquilo que pedimos, pelo menos não como um resultado direto da oração (Heb 11:6). O que quero dizer com isso é que Deus está continuamente abençoando os seres humanos como um todo, independentemente da fé (Mat 5:45). Se não fosse esse o caso, os ímpios, que não possuem nenhuma fé no Senhor, só teriam sofrimento em cima de sofrimento. No entanto, eles estão aí, frequentemente levando uma vida muito mais fácil do que a de muitos cristãos. Embora essas bênçãos universais sejam muito bem-vindas, o que realmente estamos almejando são as respostas às nossas orações especificamente recebidas por causa da fé. Queremos que montanhas se lancem ao mar ao ouvirem a nossa ordem; pois foi esse o tipo de fé que Jesus disse que podemos ter (Mar 11:23).

Milhões de estudos teológicos enviados totalmente sem custo. Se inscreva neste link: Página de Inscrição.

Deus Tem Interesse em Recompensar a Nossa Fé

A oração poderosa exige fé porque é dessa forma que mostramos para todo o universo que Deus é real, é bom, e que sempre cumpre aquilo que promete. Em outras palavras, a reputação de Deus está em jogo quando depositamos nele a esperança de que os nossos problemas serão solucionados e de que as nossas necessidades serão supridas: “Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar. Isto é a minha consolação na minha angústia: que a tua promessa me dá vida” (Sal 119:49-50). Deus tem o interesse de recompensar a nossa fé, nos dando aquilo que pedimos em obediência: “e qualquer coisa que lhe pedirmos [Gr. αιτέω (etéo) v. pedir, rogar, exigir], dele a receberemos [Gr. λαμβάνω (lamvâno) v. pegar, receber, tomar], porque guardamos [Gr. τηρέω (tiréo) v. guardar, vigiar, manter, preservar] os seus mandamentos [Gr. εντολή (endolí) s.f. ordem, comando, regra, mandamento], e fazemos aquilo que lhe é agradável [Gr. αρεστός (arestós) adj. agradável, correto, apropriado]” (1Jo 3:22. Ver também: Heb 11:6).

A Principal Maneira de Crescermos na Fé

Podemos contribuir de muitas formas para o crescimento da nossa fé, mas nesta série mencionarei apenas uma das mais importantes, que é o ouvir as palavras de Jesus. Este ouvir, no entanto, não significa apenas ter conhecimento daquilo que Cristo disse, mas sim a prática daquilo que ouvimos, pois como o apóstolo Paulo escreveu sobre o seu próprio povo: “Porventura, não ouviram? Sim, por certo… Porventura, Israel não entendeu?” E citando o profeta Isaías, ele conclui que o Senhor estendeu as mãos a um povo rebelde e desobediente (Rom 10:16-21; Isa 65:2). Este foi e continua sendo o problema do povo de Deus: ouve, entende, mas não obedece: “recebei com humildade a palavra em vós implantada, a qual tem poder [Gr. δύναμαι (díname) v. ter poder, ser competente] para salvar [Gr. σωζω (sózo) v. salvar, resgatar, livrar] as vossas almas [Gr. ψυχή (psirrí) s.f. alma, vida, mente, individualidade]. E sede cumpridores [Gr. ποιητής (pyitís) s.m. executor, cumpridor da lei] da palavra [λόγος (lógos) s.m. palavra, verbo; tit.div. Jesus] e não somente ouvintes, enganando-vos [Gr. παραλογίζομαι (paralogízome) v. enganar, iludir] a vós mesmos” (Tiago 1:21-22)

Quer que oremos por você? Visite a Página de Oração.

Quem Obedece a Jesus, Crescerá na Fé

O que significa tudo isso que acabei de dizer? Queridos, se queremos orar com fé, precisamos ouvir com muita atenção e praticar com exatidão tudo aquilo que Jesus nos disse. Nenhuma palavra de Jesus é sem importância, pois as suas palavras são a própria vida (João 6:63). Nada daquilo que Cristo nos ensinou deixou de ser válido, pois os seus ensinos são eternos: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mat 24:35). Não se deixem enganar por líderes carnais. Aqueles que pregam, mas não praticam (Mat 23:3). Aqueles que falam que amam a Jesus, mas não obedecem aos seus mandamentos: “Se [Gr. εάν (ián) conj. se, caso, já que] alguém me ama [Gr. αγαπάω (agapáo) v. amar], obedecerá [Gr. τηρέω (tiréo) v. guardar, vigiar, manter, preservar] à minha palavra [λόγος (lógos) s.m. palavra, mensagem, verbo]; e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada [μονή (moní) s.f. ficar juntos, estabelecer residência]. Quem não me ama, não obedece às minhas palavras; ora, a palavra que estais ouvindo [Gr. ακούω (akúo) v. ouvir, prestar atenção, entender, considerar] não é minha, mas do Pai [Gr. πατήρ (patír) s.m. Pai] que me enviou [Gr. πέμπω (pémpo) v. enviar, despachar]” (João 14:23-24). Estes serão chamados os menores no Reino dos céus, pois não só desobedecem, mas também ensinam os filhos de Deus a fazerem o mesmo: “Qualquer, pois, que relaxar [Gr. λύω (lío) v. relaxar, enfraquecer, pegar leve, desconsiderar, afrouxar] em um destes mandamentos [Gr. εντολή (endolí) s.f. ordem, comando, regra, mandamento], por menor que seja, e assim ensinar [Gr. διδάσκω (didásko) v. ensinar, instruir, explicar] aos homens, será chamado o menor [Gr. ελάχιστος (elárristos) adj. menor em importância] no reino dos céus [Gr. βασίλειο των ουρανών (vasílio ton uranón) exp.idio. Reino dos Céus]” (Mat 5:19). Espero te ver no céu. [Acesse a série sobre obediência a Jesus]
 

Nesta série de estudos: