12 Verdades Que Precisamos Saber Sobre A Oração (Parte 2)

12 Verdades Que Precisamos Saber Sobre A Oração (Parte 2) - br.markusdasilva.org

Por Markus DaSilva, Th.D.

Começamos bem esta série. Semana passada falei sobre a primeira verdade, que é o fato de que mesmo quando temos a impressão de que Deus ainda não ouviu a nossa oração, Ele na realidade já ouviu e já começou a atuar ao nosso favor (Is 65:24). Como exemplo, mencionei a oração de Daniel no cativeiro babilônico, quando o anjo Gabriel disse que assim que a oração de Daniel iniciou Deus o enviou com a resposta, mas que demorou três semanas para ele chegar até Daniel devido a um imprevisto (Dn 10:12-13). Falaremos sobre esse imprevisto nesta série, mas não hoje.

VERDADE NÚMERO 2 — Existe Um Processo em Andamento.

Deus é bom e perfeito. Não só bom e perfeito em si mesmo, mas também em tudo aquilo que criou. Quando analisado tão somente por aquilo que se vê, podemos deduzir que não existe muita bondade e perfeição ao nosso redor, obviamente, mas o fato é que mesmo em um mundo imerso em pecado, a bondade e a perfeição divina se faz presente nesta terra. Acredite nisto: ai dos seres humanos se a mão protetora de Deus não estivesse sobre nós (Sl 145:9; Mt 5:45).

“Cada incidente ou acidente que ocorre nos rápidos anos que passamos aqui na terra se enquadra no processo divino.”

Existe um processo preestabelecido por Deus no qual tudo aquilo que existe está sujeito, tanto as coisas físicas quanto as espirituais. O universo não funciona em um vácuo (linguagem figurativa), onde tudo pode acontecer a qualquer momento, sem uma ordem ou porquê. Podemos ter a impressão de que aquilo que no momento nos preocupa veio do nada e que não existe um propósito, uma razão de ser, mas a realidade é que cada incidente ou acidente que ocorre nos rápidos anos que passamos aqui na terra se enquadra no processo divino, sujeito às regras, padrões e leis prefixadas e normalmente imutáveis. Bilhões de eventos ocorrem a cada segundo, todos eles sujeitos ao mesmo processo.

Um bom exemplo do que estou falando é a forma que Deus estabeleceu para curar as nossas doenças. Agora mesmo, acabei de tomar dois comprimidos para uma pequena dor de cabeça que sinto. Se passaram uns 15 minutos e começo a sentir a dor desaparecendo. Como já mencionei em um outro texto, alguns anos atrás sofri de duas enfermidades sérias, um aneurisma e um TVP. Diferentemente da dor de cabeça, naqueles casos, tylenol, obviamente, não resolveria e foi necessário hospitais e cirurgias, mas em ambos os eventos, a dor de cabeça e o aneurisma, me beneficiei do mesmo processo divino, preestabelecido para a continuidade da vida neste mundo. Remédios, médicos, terapias, hospitais… tudo isso vem de Deus e faz parte deste processo divino o qual me refiro. Este exemplo mencionado se refere às enfermidades, mas o mesmo se aplica aos sistemas governamentais, sociais, educacionais… etc. Em outras palavras, o mundo só funciona porque Deus não permite que ele se desvincule do seu processo (Sl 47:7-9).

O que tem tudo isto a ver com oração? Muito. Quando oramos, Deus normalmente nos responde utilizando meios que se enquadram dentro deste processo. Quando Deus atendeu a oração de Ezequias e estendeu a sua vida por 15 anos, Isaías (o profeta de Deus) receitou ao rei Ezequias um remédio que envolvia o uso de figos (Is 38:21). No novo testamento, temos o nosso irmão Paulo receitando a Timóteo adicionar vinho na sua água para um problema de estômago (1Tm 5:23). Utilizei a palavra “normalmente” acima porque Deus pode (e frequentemente o faz) interferir na ordem natural das coisas para o bem dos seus escolhidos. Quando isso ocorre, dizemos que a resposta à oração foi sobrenatural, ou miraculosa. Praticamente todas as curas de Jesus foram fora do processo natural, processo esse, devo lembrar, criado por ele mesmo (Jo 1:3).

Queridos, não tenho a intenção de escrever tanto para cada uma das 12 verdades, mas esta precisava de mais explicações. Deus sempre atende as orações dos seus filhos que tanto ama. Não devemos, no entanto, criar na nossa cabeça uma ideia de que Deus deve usar esse ou aquele método para cumprir a sua promessa de que Ele nos ouvirá. Certamente gostaríamos que todos os nossos pedidos fossem atendidos miraculosamente, mas o Senhor sabe de coisas que não sabemos (Is 40:13-14). Se já existe uma solução para os seus problemas dentro do processo natural divino, ele lhes mostrará, vocês aceitarão, serão abençoados, e lhe dará a glória pelas bênçãos recebidas. Se a solução, no entanto, exigir algo contrário às leis naturais, ele não terá a menor dificuldade em lhes responder as orações de uma forma miraculosa. O nosso amado Jesus ainda sabe andar sobre as águas. Se Deus permitir, continuaremos na próxima semana. Espero te ver no céu.

  1.  Deus já está respondendo.
  2.  Existe um processo em andamento. (Este Texto)
  3.  Esperar não é o mesmo que “não fazer nada”.
  4.  Quando ignoramos a resposta.
  5.  Um coração agradecido.
  6.  Um coração humilde.
  7.  Fé vem pelo ouvir.
  8.  As ferramentas.
  9.  Orando contra principados e potestades.
  10.  O poder da persistência.
  11.  A intimidade.
  12.  O grande plano.